Notícia

Ambulantes de Camaçari recebem noções de educação financeira

Dez 2
  2019

Saber controlar o dinheiro é um dos principais fatores de sucesso de qualquer negócio, mas para quem é empreendedor individual, esse conhecimento é ainda mais importante. Pensando nisso, a Prefeitura de Camaçari está dando ferramentas para que os ambulantes do município se tornem microempreendedores de sucesso. A Secretaria Municipal de Turismo (Setur), em convênio com o Sebrae, oferece capacitação para ambulantes ligados ao setor de alimentos e bebidas com atuação na Costa de Camaçari, através do Programa Municipal Turismo Legal.

E na última sexta-feira (29/11), foi a conclusão de mais duas turmas de ambulantes, em Vila de Abrantes e Jauá. O curso gratuito apresenta noções de conservação e manipulação de alimentos, atendimento ao cliente e educação financeira. Para garantir a execução de melhorias nos negócios e implantação dos conceitos aprendidos, através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Banco do Nordeste (BNB), os profissionais também têm oportunidade de adquirir uma linha de microcrédito produtivo, o Crediamigo. Um agente regional de fomento acompanha caso a caso e oferta facilidades para acesso ao financiamento.

“Nós fomos pesquisar e descobrimos que a cadeia do Turismo é muito mais forte. Se tem um hotel, e vai fazer a manutenção, a pessoa que está fazendo é de Camaçari; se você precisa de um encanador, o encanador é de Camaçari; se precisa de uma camareira, é de Camaçari. Então, nós decidimos, junto com o poder público, que foi quem abraçou muito mais isso, trazer esse programa de desenvolvimento econômico e territorial para a atividade de Turismo”, revela Leonardo Pimenta, agente regional de desenvolvimento do Banco do Nordeste.

A consultora financeira e especialista em associativismo, Ana Cruz, alertou os profissionais liberais de Vila de Abrantes sobre a necessidade de conhecer o próprio negócio, antes de investir. “É preciso saber o lucro do negócio, quanto precisa para o capital de giro, quanto tem que investir para o negócio dar certo, planejar, pensar antes do negócio estar funcionando. Caso contrário, é como trocar o pneu com o carro em movimento”, analisa. Segundo a especialista, essa reflexão é fundamental para que as pessoas tenham a oportunidade de optar no que devem empreender.

Além dos exemplos práticos e da consultoria em sala de aula, os ambulantes também levam para casa um caderno de ferramentas com planilhado de controle das finanças pessoais pra gerenciar e controlar melhor o negócio. “O tema da aula é ‘Sei Controlar o Meu Dinheiro’. Aqui mostramos a eles que precisa ter controle de caixa, apurando o que entra e sai, tem que saber separar o que é o dinheiro do negócio e o pessoal. O microempreendedor precisa ter o controle financeiro da empresa, ter reserva de caixa, saber o momento de investir e se programar para despesas sazonais”, explica o consultor de finanças Antônio Carlos Rocha, que orientou a turma de Jauá.

 

O secretário de Turismo, Gilvan Souza, participou da aula de conclusão de curso e aproveitou para falar sobre a importância dos profissionais estarem legalizados e seguindo as normas de ordenamento do município. “O prefeito Elinaldo é parceiro do comércio informal, dos ambulantes e a maior prova é essa oportunidade que vocês estão tendo. Mas, todo benefício também traz responsabilidades que vocês precisam compartilhar conosco. Se vocês estiverem organizados, oferecendo uma boa qualidade de produtos e serviços, automaticamente o olhar das outras pessoas, do poder público muda. Nós queremos que saiam daqui empreendedores, empresários de sucesso”, afirmou.

Ao final da primeira etapa do projeto, os comerciantes informais capacitados vão receber identificação oficial e comprovante de conclusão. O curso está sendo oferecido para ambulantes com residência no município de Camaçari, devidamente cadastrados na Secretaria de Serviços Públicos (Sesp).

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Certificado

Eventos, Palestras e Cursos

Redes Sociais

Links Úteis