Notícia

Castro Alves faz balaço de ações na agricultura e meio ambiente

Jan 16
  2019

Durante o último ano, a Secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente realizou e fortaleceu importantes projetos de apoio e incentivo aos agricultores e produtores rurais de Castro Alves. Em 2018 foram realizados cursos e importantes investimentos para  ajudar o desenvolvimento da agricultura e pecuária na cidade, um vetor de desenvolvimento econômico e social do município do Recôncavo.

Através do Programa Agro Amigo foram aprovados 371 projetos que geraram mais de R$ 1,8 milhões em crédito para agricultores familiares e empreendedores rurais, ajudando a movimentar a economia da cidade. Número que cresceu se comparado a 2017, quando foram assinados 322 projetos, com empréstimo de R$ 1,4 milhões. Campos de demonstração e unidades de observação também foram implantados, com o objetivo de testar junto com os agricultores novas tecnologias e culturas, ampliando a capacidade produtiva da terra.

Cerca de 50 mil mudas de palma forrageira foram doadas para garantir a alimentação de diversos rebanhos. O projeto Aração Comunitária, realização da prefeitura municipal, teve continuidade e 650 famílias foram contempladas com aração ou gradagem de terras para auxiliar o plantio de feijão, milho, mandioca e palma, com 82 projetos a mais que em 2017, ano de início.

O secretário da Agricultura, João Mendonça, afirma que as condições climáticas foram favoráveis para o cultivo em todo município. “A produção obtida no campo atendeu as expectativas previstas, proporcionando aos agricultores boas colheitas. Conseguimos sucesso com o desenvolvimento das atividades”, afirmou o secretário.

Foram implantados ou tiveram seguimento projetos, palestras, visitas e reuniões técnicas, emissão de licenças ambientais, fiscalização e outras ações. Durante 2018 a secretaria de Agricultura contou com o apoio de importantes parceiros institucionais, como os Governos Federal (nos programas Agro Amigo, Garantia Safra, e cursos através do SENAR e SEBRAE); com o Governo Estadual (em programas de Segurança Alimentar do Rebanho, Programa de Aquisição de Alimentos, Emissão de DAPS, Cadastramento Ambiental (CAR/CEFIR), e Cadastramento no INCRA). “A nossa meta é seguir fortalecendo a estrutura para que o homem do campo possa produzir mais”, finalizou João Mendonça.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Certificado

Eventos, Palestras e Cursos

Redes Sociais

Links Úteis