Notícia

Itambé capacita equipe no acolhimento para crianças e adolescentes

Dez 2
  2019

Como etapa fundamental do processo de implantação e funcionamento da Unidade de Acolhimento para Crianças e Adolescentes, a Prefeitura de Itambé, através da Secretaria de Assistência Social, realizou nos dias 28 e 29 de novembro a I Capacitação da Equipe Técnica que vai atuar no serviço.

Com a participação de renomados palestrantes, o encontro teve como público-alvo assistentes sociais, psicólogos, pedagogos e conselheiros tutelares de Itambé (município sede da regionalização do serviço) e dos municípios vinculados: Encruzilhada, Barra do Choça e Macarani.

Na abertura da capacitação, foram abordados os seguintes temas: “SUAS: Conceitos, diretrizes e conceito”, com a palestrante Vanessa Severino, Assistente Social e coordenadora da Proteção Social de Vitória da Conquista; “Trabalho Social com Famílias: Dialogando com a Proteção Social Básica”, ministrada pela assistentes social Eliene Amaral; “Histórico do Processo da Regionalização de Acolhimento”, tema apresentado pela pedagoga e coordenadora da Proteção Social Especial Jislane Brito e pela assistente social e técnica da Unidade de Acolhimento Giseli Neves; além da temática “Instrumentais das Unidades Regionais de Acolhimento”, com Jéssica Santos, assistente social e técnica do CREAS de Itapetinga.

A programação seguiu com a palestra da psicóloga Mariana Agra abordando “A Importância do Trabalho em Rede no Serviço de Acolhimento Regional para Crianças e Adolescentes”. E, para finalizar as explanações, um dos momentos mais aguardados foi a palestra do Promotor de Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Vitória da Conquista, Drº Marcos Coelho, que abordou “O Papel do Sistema de Justiça nas Unidades Regionais de Acolhimento”, “Ministério Público e Tribunal de Justiça”, “Lei nº 8.069, Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA e a Nova Lei da Adoção”, e “Nota Técnica Nº 02/2016 SNAS/MDS – Relação entre o SUAS e o Sistema de Justiça”.

Conforme a coordenadora da Proteção Social Especial, Jislane Brito, a capacitação conseguiu alcançar seu objetivo. “Foi um momento ímpar para todos os que estão engajados nesse processo de implantação da unidade de acolhimento. Aprendemos muito e compartilhamos importantes experiências, em mais uma etapa concluída com sucesso”, destacou a coordenadora.

 

O Serviço de Acolhimento

A Unidade Regional de Acolhimento para Crianças e Adolescentes uma grande conquista para Itambé que está entre apenas sete municípios baianos contemplados com o novo investimento, viabilizado através da Secretaria de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado.

O espaço foi completamente montado pela Prefeitura. Um local amplo com toda estrutura necessária para atender essa demanda específica da Proteção Social Especial na garantia da proteção dos direitos da infância e da adolescência e, Conforme a Proteção Social Especial, a partir de Janeiro, o serviço estará em pleno funcionamento.

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Certificado

Eventos, Palestras e Cursos

Redes Sociais

Links Úteis