Notícia

Parlamentares baianos comparecem a encontro municipalista

Fev 14
  2019

Deputados e senadores atenderam o chamado da UPB e participaram de evento da CNM

Lideranças municipalistas, deputados e senadores eleitos para mandatos de 2019 a 2022 se reuniram em Brasília nesta quarta-feira (13) durante o encontro com parlamentares organizado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). O evento, prestigiado por mais de 200 parlamentares teve como objetivo, segundo a confederação, “reforçar a pauta prioritária da gestão local e garantir a criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios”.

O presidente da UPB e vice-presidente da CNM, Eures Ribeiro, recepcionou os parlamentares baianos apresentando a agenda de interesse dos municípios. “É um diálogo que amplia as condições de pautar no Congresso Nacional propostas que beneficiam os municípios. Fiquei extremamente animado com a participação dos representantes baianos e considero uma importante demonstração de compromisso com a nossa causa, que é na verdade a causa do povo da Bahia, que vive e depende dos municípios”, ressaltou Ribeiro que é prefeito de Bom Jesus da Lapa no Oeste baiano.

Entre os parlamentares baianos presentes estavam Lídice da Mata, Alice Portugal, Otto Filho, Charles Fernandes e o senador Ângelo Coronel. O encontro foi uma das atividades preparativas para a XXII Marcha a Brasília, que ocorre de 8 a 11 de abril. Nas pautas prioritárias estão o aumento de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no mês de setembro, a reforma tributária, Lei do Imposto Sobre Serviços (ISS),Cessão onerosa e atualização do repasse de Programas Federais.


Frente e projetos
Como resultado do encontro a CNM coletou 186 assinaturas de parlamentares para a criação de uma Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios, são necessárias 198, ou seja, 1/3 dos integrantes da Câmara (171 deputados) e do Senado (27 senadores). O presidente da CNM, Glademir Aroldi, agradeceu o engajamento de todos. “O mundo está caminhando para o fortalecimento da gestão local. Não tem outra maneira de prestar serviços públicos de qualidade para a população que não seja pela administração municipal”, afirmou.

Fonte: UPB com informações da Agência CNM

PUBLICIDADE