Notícia

Santa Luzia celebra 33 anos de emancipação política

Mai 8
  2018

O município de Santa Luzia comemora 33 anos de emancipação política com uma programação especial de 10 a 13 de maio. Reconhecida como sítio do patrimônio mundial natural pela Unesco, Santa Luzia está localizada no Sul baiano, em uma região pródiga em belezas naturais, de exuberante vegetação entrecortada por córregos, riachos, corredeiras e quedas d’água.

A programação iniciada no dia 10 pela manhã com hasteamento da bandeira, na sede da Prefeitura, será seguida por missa com a presença do Prefeito Antônio Guilherme. A tarde haverão atividades do Cras Folia e Bloco Fobica na Avenida 2 de Julho. De 11 a 13 de maio, atrações musicais se apresentam em shows e trio elétrico na Av. 2 de Julho e Praça Almir Nonato.



História de Santa Luzia

No início do século, o povoamento da região se deu fortemente motivado pelo garimpo. O município foi palco da maior exploração diamantífera do sul da Bahia, dando inspiração para romances como “Fruta do Mato”, “Maria Bonita”, de Afrânio Peixoto. Para aumentar o número de visitantes, foi criada a Estação Ecológica das Três Marias, abrangendo o maciço da Gruta do Lapão, Lagoa Dourada e Sítio Histórico de Jacarandá.

O crescimento da produção de cacau na região e os ótimos preços alcançados pelo produto estimularam a construção da estrada Mascote – Itabuna, pelo Instituto de Cacau da Bahia, atraindo diversas empresas para Santa Luzia que teve sua emancipação por força da lei estadual nº 4.443, de maio de 1985, elevando o distrito à categoria de município. A crise proporcionada pela Vassoura de Bruxa afetou o equilíbrio da flora, fauna e abastecimento d’água do município. Nesta fase histórica Santa Luzia sediou a fundação da Sociedade Ambientalista da Lavoura Cacaueira (Salva), ONG que promoveu uma série de debates e questionamentos sobre a importância do planejamento para o desenvolvimento sustentável da região.

Certificado

Eventos, Palestras e Cursos

Redes Sociais

Links Úteis